10 de janeiro de 2011

O mar e eu




Eu e o mar.

Hoje a tarde entreguei-me ao o mar com tanta voracida, com tanta vontade de alma limpa, lavada, imersa... Cada onda que vinha e arrebentava sobre mim era uma sensação imensurável. Dava vontade de não sair mais... ficar ali imerso a água. O mar me traz tranquilidade, mas também um flashback de tudo. Uma tentativa de deixar tudo ali,coisas boas quanto ruins. Toda vez é assim, fujo para o mar. Me cubro com suas ondas, me abraço na sua tranquilidade, no seu sopro, na sua imensidão.

Um comentário:

  1. eu queria morar pertinho do mar...
    vou ficar sem ele por um tempo.

    ResponderExcluir